Como Contornar o Bloqueio ao Pirate Bay em Portugal?

Na semana em que o co-fundador do Pirate Bay veio a Portugal, saiu a notícia de que o mais conhecido portal de bittorrent teria que ser bloqueado no nosso país até dia 27 de Março pelas quatro maiores operadoras nacionais, a NOS, MEO, Vodafone, e Cabovisão, por ordem do Tribunal da Propriedade Intelectual.

Mais do que o facto de estarem a bloquear um site que poderá — ou não, é discutível — promover a pirataria e a partilha de material com direitos de autor, o maior problema desta ordem é o facto de estar a abrir precedentes bastante perigosos que vão contra a neutralidade da internet.

Agora é o Pirate Bay, o que poderá vir a seguir?

O guia que hoje deixamos é uma explicação não só para este site mas todos os casos em que este tipo de bloqueio é aplicado ao nível do DNS.

Apesar da tentativa das operadoras, onde o bloqueio é realizado ao nível do  DNS, uma pequena alteração num ficheiro especial do vosso sistema operativo vai permitir que continuem a aceder a este tipo de serviços.

Como aceder ao Pirate Bay através do Windows?

Para alterar o ficheiro de hosts do Windows, deverão seguir os seguintes passos:

  • 1 – Aceder ao menu iniciar (ou à interface Metro do Windows 8+), e abrir o Bloco de Notas como administrador (botão direito e “Executar como Administrador”, ou algo semelhante).
  • 2 – Clicar em Ficheiro > Abrir, e primeiramente alterar a visualização de “Documentos de Texto (*.txt)” para “Todos os Ficheiros (*.*)”
  • 3 – Navegar para a directoria C:\Windows\System32\Drivers\etc
  • 4 – Seleccionar o ficheiro hosts e abrir
  • 5 – Adicionar a seguinte linha ao ficheiro:

108.162.192.114 thepiratebay.se

Após guardar o ficheiro pode ser necessário fazer um flush (limpar a cache) do DNS do Windows. Para isso abrir a linha de comandos e escrever o seguinte comando:

ipconfig /flushdns

 

Como aceder ao Pirate Bay no Mac e Linux?

Ainda mais simples: basta acederem ao vosso terminal e escreverem a seguinte linha:

echo “108.162.192.114 thepiratebay.se” | sudo tee -a /etc/hosts

Isto vai adicionar uma entrada ao ficheiro de hosts do vosso computador criando uma ligação directa entre o domínio e o IP do Pirate Bay.

Porque é que isto funciona? Porque é que as operadoras não bloqueiam simplesmente o IP do Pirate Bay?

Porque estes estão a utilizar um serviço público, chamado Cloudflare, que tem como efeito secundário o mesmo IP ser partilhado por muitos outros sites pela Internet fora. Uma rápida pesquisa no site You Get Signal permitiu encontrar pelo menos 107 domínios na Internet com o mesmo IP que o Pirate Bay. Bloquear o IP significava bloquear muitos outros sites que não têm nada a ver com o caso.

Este método, legal e dentro do que os sistemas permitem, não fazem mais que contornar um caminho e permitir a qualquer utilizador chegar a um site que, embora sempre apontado por conter pirataria, é um sítio onde há muito material de livre acesso e com conteúdos livres de direitos de propriedade intelectual.

Fonte: Como Contornar o Bloqueio ao Pirate Bay em Portugal? – Pplware