Accelerating the Mobile Web | Project AMP

O Projeto AMP é uma iniciativa da Google para melhorar a performance das páginas web em mobile. AMP HTML faz com que as páginas carreguem instantaneamente em dispositivos móveis. O WordPress irá brevemente desenvolver um plugin de AMP…

Today we’re announcing support for Accelerated Mobile Pages for WordPress, a new open source initiative spearheaded by Googleto dramatically improve performance of the mobile web.

“Speed has always been a cornerstone of Google Search and we’re thrilled to be working alongside others in the tech industry and publishers around the world to bring the Accelerated Mobile Pages Project to life.”
—Dave Besbris, VP Engineering, Google Search

The mission of the WordPress project is to democratize publishing, and with 24.6% of sites running the software—making WordPress the most popular CMS on the web—we feel we’re making good progress.

That success has been built on our openness, our flexibility, and our commitment to delivering the best possible user experience—both for publishers, and their readers.

To that end, we are developing a plugin to support the AMP specification, enabling publishers to produce AMP-formatted content from WordPress without lifting a finger (other than clicking “publish”, naturally). The plugin is still in early stages, but you can see it in action onWordPress.com or even this very post.

If you’re interested in kicking the tires, submitting improvements, or squashing bugs, we’d love your help.

We believe that open source is one of the most powerful ideas of our generation. We strongly and actively support a free, open internet. We’re very happy to support an open source initiative like AMP, which brings publishers and technology companies together to make a better mobile experience for everyone.

Fonte: Accelerating the Mobile Web | WordPress.com VIP

Chromium atinge a versão 9.0.

Chromium atinge a versão 9!

Criado por Pedro Simões em 24 de Outubro de 2010 | 27 comentários

A Google tinha anunciado que o ciclo de disponibilização de novas versões do Chromium e do Chrome ia acelerar e que iam haver novas versões estáveis a cada 6 semanas.

Até agora têm estado a cumprir os calendários propostos e ontem surgiu a mais recente versão do Chromium, a versão 9. O ritmo de crescimento de número de versões tem sido elevado e as novidades têm sido grandes.

Ainda esta semana a versão estável do Chrome viu a sua versão ser actualizada para a 7 e ontem surgiu disponível a versão 9 do Chromium. Para quem não conhece, o Chromium é a antecâmara das novidades que vão ser disponibilizadas no Chrome. São aqui que são apresentadas e testadas as mais recentes funcionalidades que os engenheiros da Google criaram.

As novidades desta versão não são muitas e, para os utilizadores que não procurarem bem, apenas vai ser encontrada uma. Passa a estar disponível e seleccionada a opção de sincronização das palavras-passe. Está também disponível uma pequena mensagem promocional na Omnibox.

Aqueles que procurarem um pouco mais vão descobrir que passou também a estar disponível a utilização de SSL 3.0 e TLS 1.0.

Estas novidades vão amadurecer e devem estar disponíveis na versão Dev dentro de uma semana.

Curioso foi reparar que a versão 8 do Chromium existiu apenas durante 2 semanas. Durante esse tempo a Google conseguiu desenvolver a versão 9. Mas será que as novidades presentes nesta nova versão são assim tão grandes para darem origem a uma nova versão major? Ou este ciclo de desenvolvimento mais curto é apenas uma campanha de marketing muito bem conseguido por parte da Google? Todas as semanas existem noticias publicadas sobre o Chrome e uma nova versão, quer seja no Chromium, Canary, Dev, Beta ou Stable…

Justificam-se os saltos de versões que a Google tem estado a implementar? Estão preparados para a versão 13 do Chrome para a altura do Natal?

Se quiserem testar esta nova versão do Chromium podem descarregá-la nos links disponibilizados abaixo.

Download: Chromium 9.0.563.0 Windows [28.18MB]
Download: Chromium 9.0.563.0 Linux (32bits) [29.09MB]
Download: Chromium 9.0.563.0 Linux (64bits) [32.70MB]
Download: Chromium 9.0.563.0 Mac [29.47MB]
Homepage: Chrome

Googsystray 1.2.4 – Notificador de serviços da Google

Googsystray 1.2.4 – Notificador de serviços da Google

Criado por Pedro Pinto em 3 de Setembro de 2010 | 1 comentário

Monitorize os serviços da Google no Windows e no Linux

Todos nós usufruímos certamente de serviços da poderosa Google. É verdade que é um pouco “assustador” partilharmos muitos do nossos dados, mas também é verdade que nesse campo a Google tem dominado e tem disponibilizado serviços de grande nível como são exemplo o Gmail, Google docs, Google calendar, Google Voice, Google Reader, entre outros.

Os serviços encontram-se todos disponíveis na “cloud”, trazendo as vantagens que já todos conhecemos, por outro lado torna-se um desafio ao utilizador gerir todos os serviços.

Para ultrapassar esse problema, apresentamos o Googsystray que permite monitorizar os serviços, notificando o utilizador.

google_00

Googsystray é uma aplicação muito simples, mas que dá muito jeito aos utilizadores que usam os serviços da Google. Através desta ferramenta podemos monitorizar actualmente os seguintes serviços:

  • Gmail
  • Google Voice
  • Google Calendar
  • Google Reader
  • Google Wave (removido nesta versão)

googletray_00

Depois de procedermos a respectiva configuração, através da nossa conta de e-mail, as notificações aparecem no system tray.

Considerando por exemplo o ícone quer irá notificar o estado do nosso e-mail, temos ainda a possibilidade de um atalho para aceder directamente ao Google e-mail, considerar todas as mensagens lidas e até escrever um novo e-mail.

google_tray_03

Podemos também de imediato, visualizar todos os e-mails que fazem parte da nossa caixa de correio.

googletray_04

Como instalar no Ubuntu?

Para instalarem no Ubuntu, basta efectuarem o download do .deb aqui (googsystray_1.2.4_all.deb) e mandar executar

Esta é sem dúvida uma boa forma de nos mantermos informados sobre os nossos serviços localizados na cloud. Desta forma, deixa de ser necessário termos um conjunto de tabs do browser activas para estarmos sempre a controlar os serviços.

Considerações finais

Depois de recentemente ter saído a versão 1.2.2, verificamos que a mesma continha alguns erros. Actualmente a versão 1.2.4 funciona perfeitamente em sistemas Linux e Windows 32/64 bits.

Licença: Freeware
Sistemas Operativos: Windows XP/Vista/Win7 e Linux
Download: [Linux] googsystray-1.2.4.tar.gz [893 KB] | googsystray-1.2.4.deb [116 KB]
Download: [Windows] googsystray-1.2.4 [10,32MB]
Homepage: Googsystray