Aprenda a proteger a informação da sua PenUSB

Aprenda a proteger a informação da sua PenUSB

Criado por Pedro Pinto em 4 de Maio de 2011 | 46 comentários

As penUSB são hoje em dia gadgets de extrema utilidade, onde depositamos muita da informação da produzimos. Como são por normas de pequena dimensão, as penUSB acompanham-nos normalmente para todos o lado, aumentado assim o risco de as perdermos. Hoje vamos aprender como criar uma “zona segura” dentro da própria PenUSB para depositarem informação mais sensível. Para isso vamos usar o popular e eficaz TrueCrypt.

pen_cadeado

Para proteger a informação da sua PenUSB vamos recorrer ao TrueCrypt. O TrueCrypt é um software open-source, que tem a capacidade de criar discos virtuais encriptados (mesmo em PenUSB) como se de um disco real de tratasse. Pode encriptar uma partição do seu disco rígido ou um outro dispositivo de armazenamento.

Para criar um disco virtual encriptado (reservado uma parte do disco) deve seguir os seguintes passos:

Passo 1 – Depois de instalar o TrueCrypt, vamos a Tools e escolhermos a opção Volume Creation Wizard

true_00

Passo 2 – Em seguida escolhemos a opção Create an encrypted file container

true_01

Passo 3 – Relativamente ao Volume Type, devemos escolher a opção Standard TrueCrypt volume

true_02

Passo 4 – No próximo passo indicamos qual o ficheiro que irá conter o disco virtual. Para este exemplo escolhemos um ficheiro com o nome pplware

true_03

Passo 5 – Em seguida definimos quais os algoritmos de cifra que pretendemos usar. Neste passo vamos manter as opções predefinidas.

true_04

Passo 6 – Como escolhemos a opção de criar um disco virtual num ficheiro, temos agora a possibilidade de definir o tamanho desse disco virtual. Vamos considerar por exemplo 100 MB (o utilizador pode alterar esta variável de acordo com as suas necessidades)

true_05

Passo 7 – Vamos agora definir uma password para o acesso ao nosso disco Virtual que vamos criar.true_12

Passo 8 – De seguida indicamos qual o filesystem (usamos FAT) e mandamos formatar o disco virtual

true_06

Passo 9 – Uma vez que no Passo 4 indicamos que o ficheiro (disco virtual) estava localizado no nosso Desktop, vamos agora passá-lo para dentro da nossa PenUSB. Ao passar o ficheiro para dentro da PenUSB estamos a criar uma zona cifrada, protegida de 100 MB (definida no Passo 6) onde podemos guardar com segurança a nossa informação mais sensível.

true_07

Passo 9 – Indicamos agora qual a drive associada a nossa penUSB e o ficheiro que contem o disco virtual criado. Depois de carregarmos em Create, o disco virtual passará para dentro da nossa PenUSB.

true_08

Como passar informação para dentro do disco virtual?

Passo 10 – Depois de termos criado o disco virtual é hora de colocarmos informação no mesmo. Para tal, abrimos o TruCrypt, vamos a Volumes e escolhemos a opção Select File e escolhemos o ficheiro que possui o disco virtual.

true_14

Passo 11 – Em seguida carregamos em Mount

true_09

Passo 12 – É solicitada a password (definida no passo 7). Caso a password esteja correcta, o disco virtual é carregado no nosso filesystem.

true_10

Passo 13 – Para aceder ao disco virtual, basta abrir o Explorer ou O meu Computador e o disco virtual está disponível como se de uma partição/disco se tratasse.true_11

Considerações finais

Ao criarmos um disco virtual cifrado, estamos a aumentar o nível de segurança no que diz respeito ao acesso da nossa informação. No caso de perdemos a PenUSB estamos mais seguros quanto a sua divulgação, uma vez que a informação dentro do disco virtual encontra-se cifrada. Para saber mais, veja aqui.

Já agora, alguém usa (até ao momento) algum mecanismo para protecção de informação na PenUSB?

Licença: Open-source
Sistemas Operativos: Windows/Mac/Linux
Download [win]: TrueCrypt 7.0a [2.69MB]
Download [mac]: TrueCrypt 7.0a [7.90MB]
Download [linux]: TrueCrypt 7.0a
Homepage: TrueCrypt

Criar autorun para a pen

Personalize o funcionamento de pen drives e DVDs com um arquivo autorun.inf

Uma forma de personalizar o funcionamento de pen drives e DVDs é criar um arquivo autorun.inf na raiz do disco. O arquivo deve ser feito em texto puro (use o Bloco de Notas). Na primeira linha, tecle [autorun]. O resto é preenchido com comandos como icon=revistainfo.ico, que especifica um ícone (neste exemplo, contido no arquivo revistainfo.ico) a ser exibido no Windows Explorer. Outro comando possível é label=INFO, que muda o título do disco no Explorer (neste exemplo, o título passa a ser INFO). Para rodar um programa ao inserir o disco, use os comandos open=arquivo.exe e action=Abre programa principal. O primeiro define o programa a ser rodado; e, o segundo, a mensagem que aparece na janela de execução automática.
fonte: http://info.abril.com.br/dicas/arqui…ive-1277.shtml

 

Fiz um autorun para a pen do CESAE, ele aceita os ícones, mas não arranca com o programa que quero. Provavelmente só funciona com o CD.