Estudo: Quem utiliza as redes sociais?

As redes sociais mudaram a forma como nos relacionamos à distância. Não seria interessante caracterizar o utilizador-tipo de uma rede social? Ter uma noção da distribuição etária e de sexos das inúmeras redes que povoam a Internet? Quem são os utilizadores que mais utilizam o Facebook, o Twitter ou o LinkedIn?

O site Pingdom fez um estudo acerca desta matéria. Analisando os dados demográficos de 19 redes sociais, o resultado são gráficos bastante elucidativos que nos permitem tirar algumas conclusões.

Em primeiro lugar, nada como clarificar as condições deste estudo. Os dados demográficos de cada rede social foram retirados do Google Ad Planner e são relativos à população dos EUA. Foram posteriormente feitos alguns cálculos e o resultado é o seguinte…

Distribuição etária geral

É bastante claro o domínio dos utilizadores dos 35 aos 44 anos, a faixa etária que domina o social media. Para os fãs da estatística, este gráfico quase que se assemelha a uma distribuição normal, embora a faixa etária dos menores (até 17 anos) assuma elevada importância no mundo das redes sociais.

Esta é a distribuição etária vista como um todo, no entanto, se analisarmos site a site, a realidade pode ser bem diferente…

Distribuição etária por site

Aqui foram representadas as faixas etárias dos utilizadores por cada uma das 19 redes sociais analisadas, sendo que no topo está a rede social maior número de jovens e em baixo a rede social com os utilizadores mais velhos.

O Bebo e o Myspace são as redes sociais com maior número de crianças e adolescentes (17 anos ou menos), contrastando com sites como o LinkedIn e Slashdot, tal como seria de esperar.

O Classmates.com é tanto utilizado por crianças e adolescentes, como por utilizadores de 65 ou mais anos.

Comparando as redes sociais Facebook e Hi5, é possível verificar que existe um claro domínio por parte das crianças e adolescentes e até jovens adultos no Hi5, face ao Facebook. Esta é uma situação similar ao que acontece no nosso país, em que se nota uma clara diferença nas faixas etárias destes dois sites, embora cada vez mais o Facebook se venha aaproximar do Hi5.

Quanto ao Twitter, 64% dos seus utilizadores têm 35 ou mais anos, sendo a faixa predominante a dos 35 aos 44 anos.

Utilizador-tipo por site

Foram estimadas as idades médias para cada uma das redes sociais e o resultado foi o seguinte:

O utilizador-tipo de qualquer das umas redes sociais tem cerca de 37 anos.

O site LinkedIn é a rede social com a segunda média etária mais elevada, cerca de 44 anos. Este facto é compreensível devido ao seu teor profissional.

A idade média de um utilizador do Twitter é de 39 anos, do Facebook é 38 anos e do Myspace é 31 anos, embora seja importante ter em conta que existe um grande desvio-padrão.

A rede social com os utilizadores mais jovens de sempre é o Bebo.

Grupos etários dominantes

Como puderam observar, o grupo etário dominante das redes sociais encontra-se entre os 35 aos 44 anos, facilmente observável nos gráficos anteriores. Segundo o Pingdom, esta situação pode ser explicada pelo facto de, nos anos 90 – quando a Web deu o grande salto – estes utilizadores se encontrarem na casa dos 20. São portanto a geração Web.

Se olharmos com atenção para os vencedores etários em cada site, é possível verificar:

  • 0 aos 17 anos – Grupo dominante em 4 dos 19 sites (21% dos sites).
  • 18 aos 24 anos – Não domina qualquer site.
  • 25 aos 34 anos – Grupo dominante em 1 dos 19 sites (5% dos sites).
  • 35 aos 44 anos – Grupo dominante em 11 dos 19 sites (58% dos sites).
  • 45 aos 54 anos – Grupo dominante em 3 dos 19 sites (16% dos sites).
  • 55 aos 64 anos – Não domina qualquer site.
  • Mais de 65 anos – Não domina qualquer site.

Não deixa de ser surpreendente o facto do grupo etários dos 18 aos 24 anos não dominar qualquer rede social, mas isso pode ser explicado pelo facto de ser o grupo com menor amplitude de intervalo, 7 anos face aos 10 anos dos restantes grupos etários. No entanto, a não dominância dos utilizadores de 55 ou mais anos não surpreende.

Homens e Mulheres nas redes sociais

Algumas conclusões se podem retirar perante a análise deste gráfico:

84% (16 em 19 sites) dos sites possuem mais mulheres que homens.

As redes sociais de cariz noticioso tal como o Digg, o Reddit e o Slashdot concentram bem mais homens que mulheres. Esta diferença é completamente inquestionável no Slashdot, um site mais direccionado à população geek, claramente dominada pelos homens. Sem considerar estes 3 sites, todos os sites seriam dominados pelas mulheres.

O Twitter e o Facebook partilham quase o mesmo número de homens e mulheres, embora o Twitter possua 59% de mulheres e o Facebook 57%.

O Bebo é o site com mais mulheres da Web, cerca de 66%, seguido do Myspace e Classmates.com com 64%.

Considerando a média de sexos em todos os 19 sites, 47% são homens e 53% são mulheres.

Perguntas finais

E vocês, o que acham?

Porque será que certos sites atraem mais a população jovem e não os mais velhos? Porque será que as mulheres dominam claramente as redes sociais? Porque é que os homens parecem dominar claramente os sites noticiosos?

Espero ansiosamente pelos vossos pontos de vista!
Fontes: Pingdom – Idade e Sexo nas redes sociais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s