OpenDNS – Bloqueie o Facebook na sua empresa

OpenDNS – Bloqueie o Facebook na sua empresa

Criado por Pedro Pinto em 10 de Outubro de 2011 | 75 comentários

Na sequência do artigo Router Thomson – Filtragem de sites da Web (Parte I) recebi um e-mail de um leitor a questionar como poderia bloquear o Facebook na sua empresa uma vez que os funcionários perdiam muito tempo nessa rede social. Esta não foi a primeira vez que alguém me solicitou algo do género e nesse sentido decidi fazer artigo com uma solução muito rápida e simples e implementar.

nofacebook

Quando abrimos um browser costumamos indicar o nome do site que pretendemos consultar. Em traços gerais, o serviço DNS é responsável por traduzir nomes em IP’s e vice-versa, isto é, quando escrevemoswww.pplware.com, há uma consulta ao servidor de DNS para saber qual o IP correspondente (para saber mais como tudo funciona, leia aqui o nosso artigo sobre DNS).

Uma forma muito rápida de “controlar” o acesso a determinados sites/domínios é usando o serviço OpenDNS. Trata-se de uma rede de servidores de DNS muito rápidos e fiáveis, de utilização gratuita e também mais seguros (têm inclusive um sistema de protecção contra phishing). Depois do utilizador se registar no site, passa a ter acesso a muitas funcionalidades, como por exemplo, bloqueio de sites e domínios, definição de atalhos para endereços, etc.

Como bloquear então o Facebook?

Para bloquear o Facebook na sua rede deve proceder aos seguintes passos:

1) Para quem ainda não tem conta no serviço OpenDNS, pode criar aqui gratuitamente uma conta.

2) Depois de criada a conta, vamos a Settings e adicionamos a nossa rede (detecta automaticamente) e em seguida carregamos em Add this Network

openDNS_01

3) Indicamos uma pequena descrição para a nossa rede e depois carregamos em Done

openDNS_02

4) Agora carregamos na rede criada para aceder às opções disponíveis

openDNS_03

5) Vamos agora proceder ao bloqueio do domínio propriamente dito. Para isso podemos incluir a informação do domínio em Manage indididual domain e colocar no estado Always Block. (Num próximo artigo falaremos sobre os outros filtros…fica prometido)

openDNS_04

Depois basta confirmar a opção seleccionando “Block facebook.com” e finalizar carregando em Confirm.

openDNS_05

E está feita a configuração do serviço OpenDNS para bloqueio do facebook. O próximo passo é começar a usar os servidores de DNS no nosso sistema. Desta forma os nomes passam a ser traduzidos em IP’s com base no serviço OpenDNS. Há cerca de um ano e meio ensinamos aqui como configurar os servidores de DNS da Google. Basicamente o processo é o mesmo, no entanto devem usar os seguintes endereços:

  • 208.67.222.222
  • 208.67.220.220

openDNS_06

E está feito. Vamos então testar se está a funcionar. Para isso abram um browser e acedam ao facebook.com….Tccchharaaaaaaam…This domain is blocked!

openDNS_00

Como puderam ver, o processo é muito simples. Se quiserem aplicar tal procedimento a outras máquinas basta apenas alterem os DNS para os referidos anteriormente. Esta é uma solução bastante simples e rápida de implementar. Se tiverem outras soluções deixem em comentário.

No vosso trabalho o Facebook ou outro serviço também está bloqueado?

Saiba quais os sites mais bloqueados em 2010?

Saiba quais os sites mais bloqueados em 2010?

Criado por Pedro Simões em 12 de Fevereiro de 2011 | 10 comentários

O serviço OpenDNS tem actualmente ao seu cuidado cerca de 1% do tráfego de DNS que circula na Internet. É a ele que muitos milhares de utilizadores recorrem no momento de traduzir nomes em IP’s. Uma funcionalidade que é também muito usada pelos seus utilizadores é a capacidade de bloquearem o acesso a determinados sítios web, quer seja em cenários de empresas ou caseiros.

Esta característica permitiu ao OpenDNS categorizar e apresentar uma lista dos sites mais bloqueados, pelos seus serviços, durante o ano de 2010. Os dados não são surpreendentes e confirmam o que é já uma realidade. O Facebook foi, provavelmente mais uma vez, o site mais bloqueado por este serviço.

A lista apresentada tem os principais sites das redes sociais e alguns sites de conteúdos para adultos. O que é estranho e revela um início de consciencialização por parte dos utilizadores deste serviço é a presença de dois sites de publicidade.

Vejam abaixo qual a lista dos 10 principais sites que foram adicionados às blacklists dos utilizadores do serviço OpenDNS. A percentagem indica o seu peso no total dos utilizadores.

  1. Facebook.com —14.2%
  2. MySpace.com — 9.9%
  3. YouTube.com — 8.1%
  4. Doubleclick.net — 6.4%
  5. Twitter.com — 2.3%
  6. Ad.yieldmanager.com — 1.9%
  7. Redtube.com —1.4%
  8. Limewire.com — 1.3%
  9. Pornhub.com —1.2%
  10. Playboy.com — 1.2

Quando se muda a tipologia dos utilizadores e se entra no mundo empresarial o cenário muda de figura. Existe uma maior preocupação na filtragem de sites de redes sociais, com um alargamento das redes abrangidas, e de serviços de mensagens.

Podem ver abaixo o relatório completo com a listagem dos sites que os utilizadores do serviço OpenDNS mais bloquearam. Aí podem ver outros tipos de dados interessantes. Desde os 10 sites com maior incidência em listas de acesso pleno (white lists) a domínios com maior incidência de tentativas de phising.

Os dados apresentados são apenas uma amostra do serviço de DNS da Internet, mas revelam uma tendência global. Todas as  empresas tentam que sites que vão diminuir a produtividade dos seus empregados sejam barrados. No ambiente residencial o cenário é diferente e são provavelmente os pais ou encarregados de educação a barrarem o acesso a esses sites.

Usam este serviço? Se sim que listas têm aplicadas? Por outro lado são vítimas deste tipo de filtragem de acessos? Concordam com estas medidas?

Homepage: OpenDNS Report 2010