ZonHub–Mini análise e alguns truques

ZonHub – Mini análise e alguns truques…

Criado por Francisco Aragão em 26 de Junho de 2010 | 123 comentários

Como utilizador intensivo da Internet, não me satisfaz ter uma ligação que apenas se intitula rápida… ela tem de ser efectivamente rápida. Assim, há dias decidi aumentar a velocidade da Internet em casa. A escolha do novo serviço recaiu sobre a Fibra Óptica e com ela veio o ZonHub. Optei por mudar de tarifário pois dupliquei a velocidade de Internet por mais 2,5€ do que estava a pagar anteriormente e ainda fui seduzido pelas características do Zonhub.

Deixo-vos uma pequena e sucinta análise do equipamento e algumas sugestões de alteração para beneficiar de uma aumento do rendimento do equipamento.

Após a instalação do aparelho pelos técnicos, tive que alterar algumas configurações do Zonhub para que em casa, tudo ficasse a funcionar devidamente e  sem problemas. São algumas alterações que já tinha estudado e agora chegara a hora de as aplicar. Começo por deixar alguma informação especifica sobre o ZonHub.

Passando agora ás especificações físicas do equipamento:

  • Nome da plataforma: Hitron BVW3653 Board
  • Dimensões: 85L x 201,5A x 205P mm (L)argura (A)ltura (P)rofundidade
  • Peso Líquido: 520g +/- 10g
  • Tensão de Entrada de CD: 12V/2.0A
  • Dissipação de Potência: 24 Watts (Máximo)
  • Temperatura de Operação: 0°C~40°C
  • Humidade de Operação: 10%~90%
  • Interface de Rede de Cabo: Conector RF de Tipo F
  • Ponto de Acesso LAN: 10/100/1000 Mbps Ethernet MAC

[fonte]

As principais características que me levaram a aceitar este aparelho, foram o wireless com a norma n, a partilha da impressora e de drives usb em rede e a rede LAN gigabit.

Entre estas características, destacam-se ainda:

  • Design atractivo
  • 12 Indicadores LED
  • Modem de ligação por cabo
  • Ligação WAN Doccis 3.0
  • Router Gigabit
  • Firewall
  • DMZ (DeMilitarized Zone)
  • Wifi b/g/n até 300Mbps
  • 4 Portas RJ45 10/100/1000
  • Cliente VoIP
  • Virtual AP’s
  • WPS (Wireless Protection System)
  • WDS (Wireless Distribution System)
  • USB 2.0 Host
  • Servidor de Impressão
  • Servidor Samba
  • Servidor UpnP (Universal plug and play)
  • Virtual AP Fon
  • 2 Saídas RJ11 para ligação do telefone
  • Cliente de DNS Dinâmico

Estas foram algumas das configurações efectuadas para colocar o Zonhub ao meu gosto.

Dicas de configuração:

  • Hub USB:

Para quem quer ligar simultaneamente uma impressora e um disco externo ao modem, pode fazê-lo através da utilização de um Hub USB 2.0.

  • Para quem ainda não alterou a password original de acesso à página do zonhub, aqui fica os dados de login originais:

Endereço: http://zonhub.home

Utilizador: home

Password: zonnet

  • Como alterar a password de login:

1 – Fazer login na página: http://zonhub.home

2 – Carregar no separador “Sistema”

3 – Carregar no sub-separador “Utilizadores”

4 – Carregar no símbolo de editar do utilizador “home”

5 – Alterar os campos desejados.

6 – Carregar no botão OK.

7 – Voltar a fazer login com os novos dados

  • Como alterar as definições de wireless:

Esta configuração serve para quem quer alterar os parâmetros originais da rede wireless.

1 – Fazer login na página: http://zonhub.home

2 – Carregar no separador “Rede local”

3 – Carregar no sub-separador “Wireless”

4 – Alterar os campos desejados

5 – Carregar no botão OK.

  • Como abrir portos para aplicações:

Esta configuração serve para abrir os portos das aplicações, para poderem receber e transmitir dados para a Internet, por exemplo alguns jogos.

1 – Fazer login na página: http://zonhub.home

2 – Carregar no separador “Serviços”

3 – Carregar no sub-separador “Firewall”

4 – Carregar no sub-separador do lado direito “Encaminhamento de portas”

5 – Carregar no link “Nova entrada”

6 – Seleccionar no campo “Anfitrião Local” o nome do computador

7 – Seleccionar no campo “Protocolo” o valor “Definido pelo utilizador”

7.1 – Carregar no link “Novas portas de servidor”

7.2 – No campo “Protocolo” seleccionar o valor “TCP” ou “UDP” consoante a aplicação

7.3 – No campo “Portas de Origem” seleccionar o valor “único” ou “intervalo” consoante o numero de portos da aplicação

7.4 – Colocar ao lado do campo do passo anterior o valor do porto.

7.5 – Carregar no botão “OK”

8 – Carregar no botão “OK” até alcançar novamente o ecrã “Encaminhamento de portas” da firewall.

9 – Carregar no botão “OK”

Para outras configurações seguir o manual da zon: aqui

Dicas de configuração avançadas:

Nota: Estas configurações não estão disponíveis aos utilizadores comuns, por isso não nos responsabilizamos por alterações mal efectuadas.

  • Como passar a velocidade do wireless de 150 Mbps para 300 Mbps :

Esta configuração serve para alterar a velocidade da rede de wireless n de 150 Mbps para 300 Mbps.

Nota 1: Esta dica serve apenas para quem tem equipamentos wireless que suporte a norma N.

Nota 2: Não consigo verificar se este sistema funciona, pois tenho problemas de drivers wireless.

1 – Fazer login na página http://zonhub.home/

2 – Ir à seguinte página: http://zonhub.home/index.cgi?active_page=page_conn_settings_ra0

3 – Seleccionar o separador Wireless

4 – Alterar o valor do campo “Modo largura canal: ” de “20mhz” para “20/40mhz”

5 – Carregar no botão OK

  • Como fazer reset ao router:

Esta configuração dá imenso jeito para quem não quer estar sempre a retirar o cabo ao Zonhub para o poder reiniciar.

1 – Fazer login na página: http://zonhub.home

2 – Ir à seguinte página: http://zonhub.home/index.cgi?active_page=page_admin_restart

3 – Carregar no botão OK

  • Como adicionar um AP virtual:

Para quem quiser ter mais que um SSID pode fazelo com esta configuração. Este aparelho permite ter até 8 SSID’s simultâneos.

1 – Fazer login na página: http://zonhub.home

2 – Ir à página: http://zonhub.home/index.cgi?active_page=page_conn_settings_ra0

3 – Carregar no separador “Wireless”

4 – Carregar no campo “Novo AP virtual”

Nota 3: Neste passo o modem irá reiniciar e é necessário refazer até ao passo 3, inclusive.

5 – Definir os campos pretendidos

6 – Carregar no botão OK.

  • Como alterar a gama de endereços de ip:

Esta definição dá bastante jeito para fugir à típica gama de ip’s: 192.168.0.0

1 – Fazer login na página: http://zonhub.home

2 – Ir à página: http://zonhub.home/index.cgi?active_page=page_conn_settings_eth0

3 –  Carregar no separador “Definições”

4 – Alterar o campo “Distribuição de endereços de IP”

5 – Carregar no botão “OK”

  • Como definir IP’s estáticos:

Enquanto navegava pela internet, encontrei estas dicas úteis para o Zonhub:

Definir IPs estáticos (por MAC address)

Uma vez que o zonhub não permite desactivar o servidor DHCP, apesar de existir uma opção para isso, podem desta forma atribuir IPs estáticos às máquinas da vossa rede.

Uma alternativa é definir em cada máquina um ip dentro da gama de ips da rede. Contudo, por erro, podemos definir 2 máquinas com o mesmo ip e pode dar asneira. Os passos que indico a seguir eliminam esse risco e, na minha opinião, penso que é mais cómodo uma vez que não é necessário estar a fazer configurações em todas as máquinas.

1-Fazer login na interface do zonhub

2-Ir à página http://zonhub.home/index.cgi?active_page=page_dhcps_conn&prev_page=page_dhcps_conn&req_mode=1

2.1-Para definir IP estático para as máquinas que estão ligadas no momento ao zonhub, clicar no nome/ip e colocar visto em “tipo de aluguer estático”.

2.2-Para definir IP estático para uma máquina que não esteja ligada no momento ao zonhub, clicar em “Nova ligação estática”. Aqui terão que, obviamente, indicar o MAC Address do interface de rede/placa da máquina que querem ligar e escolher respectivo IP dentro da gama da rede.
Desta forma podem deixar todas as configurações TCP/IP do SO em automático.

[fonte]

  • Como definir endereços de DNS:

Para utilizar servidores DNS à escolha (opendns, por exemplo) em vez dos da zon

1-Fazer login na interface do zonhub

2-Ir à página http://zonhub.home/index.cgi?active_page=page_conn_settings_vw0

3-Escolher o separador “Definições”

3.1-Em servidor DNS escolher “utilize os seguintes endereços do servidor dns” e escrever o(s) respectivo(s) endereço(s).

[fonte]

Conclusão:

Após uma série de testes, concluo que a Zon apostou bem numa plataforma bastante atractiva e robusta apesar de alguns problemas com configurações do firmware e problemas de atribuição de permissões aos utilizadores. Deveriam dar ao utilizador doméstico permissões para conseguir alterar as definições avançadas da plataforma.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s