Comandos Linux para Totós – Tutorial nº11

Comandos Linux para Totós – Tutorial nº11

Criado por Pedro Pinto em 10 de Setembro de 2011 | 18 comentários

Ora vivam caros linuxianos!!! Cá estamos nós para mais uma rubrica “Comandos Linux para Totós”. Depois do de termos lançado um passatempo no âmbito desta rubrica que contou com cerca de 150 participações (ver aqui) é hora de carregar no acelerador e aprender mais alguns comandos linux. No futuro iremos ter mais passatempos idênticos, estejam atentos!

Lá vamos nós para  mais uma viagem no “terminal preto”?  Lets go…runlevel 3!

totos

Uma das funcionalidades que uso com alguma regularidade no terminal linux é o redireccionamento de entradas e saídas (E/S). De uma forma geral, qualquer comando ou programa que seja executado está sempre associado a três ficheiros virtuais de E/S:

  • standard-input (stdin – ler informação)
  • standard-output (stdout – enviar informação)
  • standard-error (stderr – enviar mensagens de erro)

Operadores para redireccionamento de entradas e saídas

redirect_linux

Alguns exemplos

Redireccionar o output de um comandos para dentro dentro de um ficheiro

pplware@pplware:~$ ls –la > ppinto.txt
pplware@pplware:~$ echo “Pedro Pinto” > ppinto.txt

Redireccionar o conteudo de um ficheiro para dentro de um comando

pplware@pplware:~$ cat < teste.txt

Em determinadas ocasiões é útil redireccionar a “saída de erro” para um ficheiro

pplware@pplware:~$ find / -name passwd 2> erros.txt

Nota: Para redireccionar a “saída normal” e a saída de erro” utiliza-se &>

Existe também um ficheiro “especial” para onde podemos redireccionar as saídas (output) que não se pretender guardar.

pplware@pplware:~$ cat > /dev/null
pplware@pplware:~$ cat exp0 > /dev/null

O redireccionamento de de entradas e saídas é uma excelente funcionalidade que está presente no terminal Linux. Desta forma, podemos conjugar várias informações num único output. Como desafio queremos saber o que faz o seguinte comando:

cat <<.>texto.txt

Num próximo artigo vamos falar sobre pipes e ver mais alguns exemplos.
Artigos relacionados

Arquivado na categoria: Linux, Tutoriais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s