Dart – A alternativa ao Javascript, criada pela Google

Dart – A alternativa ao Javascript, criada pela Google

Criado por Pedro Pinto em 11 de Outubro de 2011 | 21 comentários

O Javascript é uma das linguagens de scripting mais usadas na Internet, uma vez que consegue oferecer a interactividade que é necessária na visualização de conteúdos WEB, pois é processado pelo browser do utilizador. Além disto, é uma linguagem orientada a eventos o que possibilita associar determinado código a uma determinada acção do cliente.

Recentemente a gigante Google apresentou uma linguagem alternativa ao JavaScript e à qual deu nome  Dart. Será que a moda vai pegar?

dart_02

Muito se tinha especulado sobre o nome da linguagem criada pela Google, em alternativa ao Javascript. Em Outubro de 2010, um documento interno da própria empresa anunciava que a linguagem se iria chamar Dash (ver aqui). No entanto, a Google anunciou recentemente que tinha sido alterado para Dart – Designed as an object-oriented.

Dart é uma linguagem de programação flexível e estruturada e bastante similar ao Java ou ao C++, com muitas vantagens adquiridas das linguagens de scripting como é o caso do javascript.

dart_01

Segundo Lars Bak da Google, Dart é uma linguagem class-based, direccionada para o desenvolvimento de aplicações Web e com suporte para projectos de larga escala. É simples, eficiente, escalável e poderosa.

“Developed with the goals of simplicity, efficiency, and scalability, the Dart language combines powerful new language features with familiar language constructs into a clear, readable syntax.”

Além da simplicidade ao nível da estrutura de programação da aplicações, a linguagem Dart é também simples ao nível de debug. A linguagem permite que o programador adicione variáveis sem a necessidade de definir o tipo de dado e resolve alguns problemas de escalabilidade que normalmente acontecem quando se usa Javascript.

Actualmente nenhum browser tem suporte para esta linguagem, mas está previsto o suporte para a mesma no Chrome. O código pode ser executado sobre uma máquina virtual Dart nativa ou então sobre o próprio motor javascript (recorrendo a um compilador que consegue traduzir o código Dart em Javascript).

A Google disponibilizou também um IDE de programação e alguns scripts de exemplo para que os programadores comecem a desenvolver algumas aplicações com base na sua linguagem de programação.

Download: Dart – IDE

Homepage:  Dart – Googles Programming Language

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s