Windows 10 é instalado sem os utilizadores saberem

Um leitor de um site de tecnologias descobriu uma diretoria com mais de 3,5 GB e um nome fora de comum. E assim se ficou a saber que o Windows 10 é pré-instalado nas máquinas que não desativaram os upgrades automáticos.

Os utilizadores que não desligaram a opção de upgrade automático nas versões Windows 7 e 8 arriscam-se a ver as suas máquinas a descarregarem o Windows 10 – mesmo que não tenham intenção de fazer o upgrade do sistema operativo.

Na origem deste download não autorizado encontra-se o update KB3035583, que procede à pré-instalação do Windows 10 nos computadores que podem beneficiar do upgrade gratuito (máquinas que têm Window 7 e 8).

A Ars Technica já confirmou que se trata de um situação aparentemente exclusiva dos computadores que têm ativada a funcionalidade de upgrade automático.

A Microsoft já confirmou que faz a pré-instalação automática do novo sistema operativo «ajudando os dispositivos que podem fazer o upgrade a ficarem aptos para o Windows 10, através do download do ficheiros necessários».

O curioso caso começou por ser levantado por um leitor do Inquirer quando descobriu a diretoria “$Windows.~BT”, com uma volume de dados entre os 3,5 e os 6 GB. O utilizador estranhou tal descoberta, uma vez que não havia solicitado o upgrade para o Windows 10.

Fonte: Windows 10 é instalado sem os utilizadores saberem

Afinal o Windows Media Center pode ser instalado no Windows 10

O Windows Media Center foi, até à chegada do Windows 10, um dos softwares mais usados pelos utilizadores do sistema operativo da Microsoft.

A decisão que a Microsoft tomou de o deixar fora do Windows 10 não foi do agrado dos utilizadores, mas agora surgiu a possibilidade de voltar a ser instalado, mas de forma não oficial.

A decisão da Microsoft de não permitir que o Windows Media Center fosse instalado no Windows 10 deixou muitos utilizadores descontentes, tendo muitos ponderado se realmente valeria a pena fazer a actualização, pelo menos imediata.

A alternativa não é a melhor, tendo ainda por cima um custo de 15 euros, algo que muitos não entendem e não aceitam.

As alternativas existem desde o primeiro dia, mas muitos preferiam ter o bom e fiel Windows Media Center.

Felizmente um grupo de utilizadores do Fórum MDL encontraram uma forma de trazer de volta o Windows Media Center, conseguindo-o instalar no Windows 10.

Os passos a serem seguidos não são complicados e estão explicados abaixo:

  1. Descarregar e descomprimir o ficheiro “WindowsMediaCenter_10.0.10134.0.zip” que podem encontrar neste link.
  2. Procurar o ficheiro”_TestRights.cmd“, clicar com o botão direito e escolher a opção “Correr como Administrador“.
  3. Surgirá uma janela de comandos, que executará um conjunto de instruções. No final reinicie o seu PC.
  4. Procure o ficheiro “Installer.cm,” clique com o botão direito e escolha a opção “Correr como Administrador“.
  5. Quando a instalação terminar será apresentada uma mensagem com o texto “Press any key to exit.”

Agora que o Windows Media Center está instalado só precisam de o procurar na pesquisa e depois fixarem-no na barra de tarefas ou no Menu Iniciar.

Tal como antes esta excelente aplicação vai estar disponível para terem acesso aos vossos conteúdos, numa interface própria e com todas as funcionalidades que precisam.

Quem achava que o Windows Media Center tinha morrido de vez e que a Microsoft não o traria de volta enganou-se. Não é uma distribuição oficial, mas consegue trazer de volta o Windows Media Center a todos os que o queriam no Windows 10.

Fonte: Afinal o Windows Media Center pode ser instalado no Windows 10