5 serviços de rede que pode ter no seu GNU/Linux

As distribuições GNU/Linux têm as características perfeitas para implementar os mais diversos serviços de rede. As configurações dos serviços são normalmente realizadas em ficheiros, de uma forma simples e rápida, e a gestão dos próprios serviços é também bastante flexível.

Hoje apresentamos 5 serviços que podem ser facilmente instalados e configurados num GNU/Linux.

linux

1) Servidor de DHCP

O DHCP é um serviço de rede com o objectivo de automatizar todo o processo de configuração do protocolo TCP/IP nos diversos equipamentos de uma rede (ex. computadores, dispositivos móveis, impressoras, etc). Este é sem dúvida um processo que reduz o esforço de configuração por parte de qualquer administrador de sistemas numa rede informática.

Pode também criar um sistema Failover para DHCP.

dhcp1

 

2) Servidor de DNS

O DNS (Domain Name System), é responsável pela tradução de nomes, em endereços de IP. Todos os websites que visitamos têm associado um endereço de IP, além de nós só sabermos o seu nome, Neste caso ao visitarmos o pplware.com, estamos a aceder ao IP 213.13.65.157, mas é muito mais simples para o ser humano decorar Pplware.com, do que 213.13.65.157.

dns_71

3) Servidor de FTP

O FTP (File Transfer Protocol) continua a ser um dos protocolos mais usados para transferência de ficheiros.

Neste segmento existem vários soluções sendo que uma das mais populares para Linux é sem dúvida o VSFTP uma vez que oferece várias funcionalidades das quais se destacam o suporte para IPv6 e SSL.

Além do VSFTP podem também usar o Proftpd.

ftp_05-720x400

4) LAMP

Basicamente um LAMP (Linux, Apache, MySQL e PHP) é um conjunto de serviços sobre Linux, que nos permitem criar um verdadeiro servidor Web (Apache – para colocar conteúdos online como por exemplo sites, plataformas como wordpress, Joomla, wikis, etc) com suporte para a linguagem de programação PHP com suporte para o serviço de base de dados MySQL.

lamp

5) Servidor de Horas (NTP)

O NTP (Network Time Protocol) é um protocolo de sincronização, que permite automaticamente  acertar os relógios das máquinas.

Este protocolo usa a porta 123 e o protocolo UDP e foi concebido para ser robusto e fiável, garantindo que o relógio interno de um servidor seja mantido na hora exacta, a partir da informação de sincronização por outros servidores NTP no mundo.

ntp_06

Estes são alguns dos serviços mais comuns numa rede de dados. Carregando nos links podem conhecê-los melhor assim como aprender a instalá-los no GNU/Linux.

Fonte: 5 serviços de rede que pode ter no seu GNU/Linux – Pplware

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s