Sendo Gmail to Dropbox

Send to Dropbox – Os seus anexos do mail para o Dropbox

Criado por Vítor M. em 13 de Outubro de 2010 | Sem comentários

Ontem estive no Webday da Microsoft, no Porto, e um dos assuntos que mais se falou foi Cloud Computing. Um inevitável futuro que nos espera, em termos de serviços e aplicações, um canário onde a nuvem será o berço de quase tudo o que fazemos na web e de tudo o que produzimos usando as tecnologias de informação.

Hoje, essa verdade já existe em muitos dos serviços que utilizamos, dou como exemplo o Gmail (entre outros serviços) e o Dropbox. Vamos então combinar estes dois?

Para mim este serviço veio ajudar imenso, numa conta de mail onde, por norma, o que interessa nos mails recebidos, é o anexo.

Send to Dropbox é um fantástico serviço que vai à conta de email, separa o anexo do restante e envia para a nossa conta do Dropbox, para a pasta Attachments, os anexos dos mails bem como o mail em formato TXT ou HTML.

Logo para começar o serviço pede o acesso à nossa conta do Dropbox, para ter acesso ao serviço (criar uma pasta e descarregar as mensagens:

Como funciona o Send to Dropbox?

1 – É criado um endereço e associado ao serviço e será esse o endereço de mail que deveremos usar para as mensagens de mail caírem na nossa conta do Dropbox

2 – Podemos personalizar esse endereço

3 – Método para organizar na pasta, as mensagens recebidas (os itens, Date, Subject e From address, podem ser deslocados).

4 – Nome como deverá ser guardado o Anexo

5 – Nesta secção poderemos definir se o anexo, caso venha zipado, deva ser descomprimido mas ficando ou não o ficheiro comprimido original. Se junto ao anexo deverá vir a mensagem de mail e em que formato

Como inserir o serviço na nossa conta de Mail?

Para que sejam direccionados todos os mails, criei no Gmail um filtro. Mas para o filtro resultar, fui às definições e criei um Encaminhamento. Para esse encaminhamento ser validado pelo Gmail, tive de colocar um código que foi enviado para o endereço Send to Dropbox que anteriormente havia criado.

Recebi então a mensagem de mail em formato TXT, com o devido código que validou o endereço para posterior Encaminhamento.

Agora sim o Filtro poderia ser feito…

A partir daquele momento, passaria a receber no Dropbox – criado para o efeito – todos os mails e os anexos já descompactados.

Serviços similares:

Para explicar usei o Send to Dropbox mas os restantes também podem fazer este “truque”. Espero que ajude e é mais uma prova de que o mundo Cloud está a unir esforços e a criar soluções integradas que, num futuro próximo, serão recursos valiosíssimos.

Homepage: Send to Dropbox

Gladinet Cloud Desktop – Cloud Computing

Gladinet Cloud Desktop – Mapear os nossos serviços Cloud

Criado por Vítor M. em 2 de Outubro de 2010 | 10 comentários

Temos visto uma enorme azafama em torno da Cloud Computing. São muitos os serviços que estão a florescer.  Provavelmente existem vários utilizadores que, como eu, têm conta em vários destes serviço.  Destaco por exemplo o Google Docs, o SkyDrive, Box.net e muitos outros.

Com este software, o Gladinet Cloud Desktop, podemos agrupar todos estes serviços e usá-los para aumentar o espaço online, podendo por exemplo, dividir cada serviço para servir de local de backup de determinados ficheiros. Mas há mais… Este software permite que seja usado outro recurso fantástico, recentemente anunciado e disponibilizado (por convite) pela Google.

Bom, ao assunto do Google, já lá vamos. Começarei por falar no aproveitamento dos vários serviços cloud para criar locais distintos de backup.

Para que serve o Gladinet Cloud Desktop?

Antes de tudo este software cria no nosso sistema uma “drive” com determinada letra, que não é mais do que uma pasta onde temos acesso aos serviços online, falados nas linhas acima.

Assim, por exemplo, poderia mapear o serviço SkyDrive, da Microsoft, para ter toda a minha música lá guardada. Poderia ter o google Docs, a receber todos os meus documentos, fazendo um backup activo e acessivel online dos meus documentos existente nos meus computadores e poderia, por exemplo, ter uma conta do Picasa, a receber uma cópia de segurança dos meus ficheiros de imagem (fotografias, wallpapers, etc…). Tudo simplificado e agrupado numa letra de drive.

Estes serviços estarão sempre prontos no nosso sistema, podemos usar mais este recurso como se fosse um disco, obtendo obviamente, velocidade de acesso dependendo da qualidade da nossa ligação à Internet.

Como o comportamento se assemelha a um disco externo, a função arrastar/largar pode ajudar a atalhar caminho para colocarmos os nossos ficheiros a salvo, criar pastas dentro desses mesmo serviços online e muitas outras invenções que nos cheguem à mente.

Este serviço permite no meu entender, ser uma enorme mais valia, servir de pontes entre os serviços online e os nosso vários computadores. Se tivermos este serviço configurado em ambas as máquinas, poderemos ter acesso facilmente e com muitos gigas disponíveis, dependendo da disponibilidade que cada um destes serviço oferece gratuitamente.

Além dos backups do PC para o online, o mesmo poderá ser feito inversamente, do espaço online para o nosso PC. A ferramenta permite ainda criar filtros por extensão, para ao arrastar, apenas os ficheiros referenciados sejam colocados na pasta em causa.

Google Storage for Developer

Google Storage for Developers é um serviço de alojamento e acesso aos nosso dados que se encontram nas infraestruturas da Google. O serviço é especial pois usufrui e combina a performance e a escabilidade da cloud da Google, onde a segurança e a partilha são factores de excelência. Se bem se lembram, este serviço foi anunciado no recente evento da Google, o Google I/O. Qualquer pessoa pode ter acesso a este serviço, basta subscrever o serviço e esperar que lhe seja enviado o convite.

Mas o que é o Google Storade for Developers?

É muito simples: Para poderem perceber, este serviço pode ser comparado ao Amazon S3 ou ao  Windows Azure Blob Storage. Ao subscrever o serviço, é-nos perguntado quantos Gigas necessitamos de espaço, onde podemos ser generosos e pedir (quem não pede Deus não ouve) um bom espaço, assim como dar a conhecer à Google o trafego que pretendemos usar e, deixamos em tom de agradecimento, uma explicação sobre a utilização que iremos fazer do espaço.

Assim, com este espaço generoso, digamos que nos atribuem 50GB, por exemplo, podemos usar aquele serviço como espaço de backup e com o Gladinet Cloud Desktop esse processo é directo… sem espinhas!

Além destes exemplos que vos deixei, posso garantir que existem muitos outros serviços também suportados por este programa (atenção que ele instala um plugin para cada serviço que adicionamos). Existe depois uma versão PRO, do Gladinet Cloud Desktop, que permite alguma outras funções. Como durante 14 dias as pode testar, deixo essa tarefa para poderem usufruir do efeito surpresa.

Licença: Freeware
Sistemas Operativos: Windows XP/Vista/Win7
Download: Gladinet Cloud Desktop 2.3.432 [11.28MB]
Homepage: Gladinet